domingo, 4 de dezembro de 2022

[Festival Internacional] "The Wolf Copulating with the Forest": animação experimental criada pelo Ciberpajé é selecionada para o "Infierno en los Andes Fest" do Peru


A animação experimental "The Wolf Copulating with the Forest" (O Lobo Copulando com a Floresta), inspirada em uma experiência visionária com a ingestão do enteógeno Ayahuasca e criada completamente em redes neurais e inteligências artificiais no contexto do Grupo de Pesquisa CRIA_CIBER (FAV/UFG), foi selecionada pela curadoria da décima terceira edição do festival internacional de cinema "Infierno en los Andes Fest", do Peru. 

O festival de cinema é dedicado ao horror, filmes fantásticos e bizarros, e videoclipes de hravy metal e rock. Ele acontecerá de 08 a 11 de dezembro de 2022, na cidade de Puno, no Peru. O "Infierno en los Andes Fest" é organizado desde 2008. Este ano será uma edição híbrida, saiba mais no site oficial do festival.

Essa é a quarta seleção internacional da animação, pois ela já havia sido selecionada pela curadoria da nona edição do "Randfilmfest - Festival Internacional de Cinema" e exibida no festival que aconteceu na cidade de Kassel, na Alemanha, entre os dias 15 e 18 de setembro de 2022. Também foi selecionada pela curadoria da segunda edição do  "Black Cat Award - Festival Internacional de Cinema" que aconteceu na cidade de La Paz, na Bolívia, entre os dias 11 e 15 de novembro de 2022. E a outra seleção aconteceu no festival internacional "Lift-Off Global Network - Sessions 2022", que aconteceu em novembro, na Inglaterra. 

"O Lobo Copulando com a Floresta" (The Wolf Copulating with the Forest) é uma animação experimental que integra uma série de 5 animações curtas todas inspiradas nas visões e sons experienciados pelo Ciberpajé em uma noite de lua cheia na natureza em uma roda sagrada de ingestão do enteógeno Ayahusca. A experiência, que durou cerca de 12 horas, envolveu a ingestão de 3 doses da substância em intervalos de cerca de 4 horas e produziu inúmeras visões e sensações que foram devidamente anotadas e relatadas em um caderno de anotações do Ciberpajé após a experiência. O resultando artístico inicial dessa experiência foi a história em quadrinhos NUASKA, publicada no álbum em quadrinhos Enteogênicos (Ciberpajé - Editora Criativo, 2019) com cinco páginas - cada uma trazendo uma das imagens/visões das 5 fases da experiência percebidas pelo artista, e o EP musical do projeto Posthuman Tantra também chamado NUASKA (ainda ínedito) com 5 faixas musicais que tentam recriar as sensações auditivas da experiência.

No momento o Ciberpajé está desenvolvendo o novo desdobramento artístico da experiência visionária, uma série de cinco animações experimentais criadas completamente com o auxílio de inteligências artificiais, utilizando os relatos escritos e rascunhos desenhados como base para a geração das sequências visuais que compõem as animações. As músicas utilizadas nas animações são as cinco faixas do EP Nuaska e cada uma delas representa uma das fases definidas pelo artista a partir de suas visões e sensações. A primeira animação a ser concluída foi "The Wolf Copulating with the Forest" (O Lobo Copulando com a Floresta), baseada na segunda fase da experiência e com 2 minutos de duração. Nela a música e as imagens buscam traduzir poeticamente as sensações sonoras e visões desse momento específico da experiência.


"The Wolf Copulating with the Forest" tem direção, animação em rede neural e edição realizadas pelo Ciberpajé (a.k.a. Edgar Franco), música do Ciberpajé criada para seu projeto musical Posthuman Tantra com masterização de Alan Flexa no Estúdio Zarolho Records, em Macapá. A animação é uma produção do Grupo de Pesquisa Cria_Ciber (FAV/UFG), Goiânia, Brasil, 2022.








terça-feira, 29 de novembro de 2022

[Confira Agora - Festival Internacional] O Luto da Vitória: animação pioneira no Brasil, totalmente criada em IA, está no festival "AIFA2022 - Artificial Intelligence and the Future of Art", em Luxemburgo


A animação/videoclipe experimental "O Luto da Vitória" (The Mourning of Victory), pioneira no Brasil a ser desenvolvida totalmente em IA, foi selecionada pela curadoria do evento "AIFA2022 - Artificial Intelligence and the Future of Art", que acontecendo entre os dias 28 e 30 de novembro na Universidade de Luxemburgo. Saiba mais detalhes sobre o AIFA nesse link. Confira a íntegra todas obras selecionadas para o evento nesse link.

O evento apresenta 30 obras de artistas da Ucrânia, Turquia, Espanha, Portugal, Peru, Holanda, México, Luxemburgo e Brasil. As obras estão sendo apresentadas in loco no festival com sistema de realidade virtual(VR) e online na forma de vídeos, confira a animação O Luto da Vitória nesse link


É o primeiro grande evento internacional para o qual a animação é selecionada! O AIFA é um evento que explora as crescentes interações existentes entre a Inteligência Artificial e o Futuro da Arte. Tem um perfil interdisciplinar e envolve um fórum acadêmico e eventos de ponta para pesquisadores, engenheiros, artistas e estudantes compartilharem seus trabalhos de pesquisa e desenvolvimento de última geração nas amplas áreas de IA e arte.






quarta-feira, 16 de novembro de 2022

[Banca de Qualificação] Ciberpajé participa de banda de qualificação sobre fanzines no Mestrado Profissional em Ensino na Saúde da UFF

A pose acadêmica do qualificado e dos membros da banca após a defesa

No dia 16 de novembro de 2022, o Ciberpajé (Edgar Franco) integrou a banca de qualificação de mestrado do grande fanzineiro, artista e pesquisador Beralto (Alberto Carlos Paula de Souza), no Mestrado Profissional em Ensino na Saúde na Escola de Enfermagem da UFF. O título da instigante pesquisa é: FANZINE COMO FERRAMENTA DE APRENDIZAGEM INTERDISCIPLINAR: UM CAMINHO PARA PROMOÇÃO DA SAÚDE MENTAL DO ADOLESCENTE NO CONTEXTO ESCOLAR. Além do Ciberpajé (FAV/UFG) a banca contou com os membros: Dra. Claudia Mara de Melo Tavares (orientadora -MPES/UFF), Dra. Marilei de Melo Tavares (MPES/UV) e Dr. Gazy Andraus (Suplente - PPGACV/UFG). 

Parabéns ao Beralto pela aprovação e por sua incrível pesquisa e trajetória singular no mundo dos fanzines!







terça-feira, 15 de novembro de 2022

[Exposição Internacional] Animação do Ciberpajé integra a exposição internacional "Zonas de Compensação 9.0 - Novas Realidades: territórios virtuais e outras marginalidades"


A animação experimental, O Lobo Copulando com a Floresta, obra do Ciberpajé criada no contexto das investigações do Grupo de Pesquisa CRIA_CIBER (FAV/UFG) sobre redes neurais e inteligências artificiais foi selecionada pela curadoria da Exposição Internacional "Zonas de Compensação 9.0 - Novas Realidades: territórios virtuais e outras marginalidades", organizada pelo Grupo de Pesquisa GIIP (IA/;UNESP) - Grupo Internacional e Interinstitucional de Convergência entre Arte, Ciência e Tecnologia do Instituto de Artes da Unesp, Brasil.


A exposição "Zonas de Compensação 9.0" foi inaugurada com evento presencial em São Paulo no dia 12 de novembro de 2022, e acontece em uma Galeria Virtual especialmente desenvolvida para a apresentação das obras selecionadas pelos curadores, a galeria possibilita inclusive a utilização de óculos VR, ela pode ser acessada nesse link.

Trata-se da terceira seleção para eventos internacionais da animação experimental "The Wolf Copulating with the Forest" (O Lobo Copulando com a Floresta), inspirada em uma experiência visionária com a ingestão do enteógeno Ayahuasca e criada completamente em redes neurais e inteligências artificiais. A obra  já havia sido selecionada pela curadoria da segunda edição do "Black Cat Award - Festival Internacional de Cinema" que aconteceu na cidade de La Paz, na Bolívia, entre os dias 11 e 15 de netembro de 2022. Também para a nona edição do Randfilmfest - Festival Internacional de Cinema e exibida no festival que aconteceu na cidade de Kassel, na Alemanha, entre os dias 15 e 18 de setembro de 2022.

sexta-feira, 11 de novembro de 2022

[Pesquisa Acadêmica sobre Renovaceno] Obra do Ciberpajé é tema de pesquisa de conclusão de graduação em letras na UEMS - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

O álbum em quadrinhos Renovaceno, obra do Ciberpajé (aka Edgar Franco) é um dos temas da pesquisa de TCC desenvolvida pela graduanda Ellen Caetano em seu TCC "Hipermodernidade e representações artísticas: o binário em André Sant'anna e Edgar Franco"

A pesquisa será defendida em 22 de novembro e teve orientação do Prof. Dr. Gilson Vedoin, em suas palavras:
"Ellen Caetano utiliza como base de sua pesquisa André Sant’Anna e Edgar Franco, escritores e artistas contemporâneos, que usam dos recursos do ciberespaço, sobretudo da linguagem binária para articular suas obras. Em "Sexo (1999)", André Sant’Anna, tece críticas sociais, culturais e políticas usando do recurso binário de oposições e polarizações, e fazer seus leitores, através do estranhamento, analisarem o mundo contemporâneo superficial que se desnuda ao redor. Já Edgar Franco em "Renovaceno (2021)" se apossa dessa linguagem para articular um mergulho interior e na natureza que circunda o eu, tomando-a como ferramenta para enfrentamento dessa sociedade tão carregada e poluída por toda parafernália tecnológica."
Para o Ciberpajé é uma honra e uma alegria ter uma de suas obras mais uma vez motivando uma instigante pesquisa acadêmica!

[Lançamento] A VIDA É O AGORA: videoclipe do Ciberpajé com animação criada em Inteligência Artificial metaforiza as batalhas transcendentes interiores

A Vida é o Agora (XXIX Código Cósmico de Batalha do Ciberpajé) é o novo videoclipe em animação e single - assista-o neste link - do projeto musical Ciberpajé. Trata-se da nova animação da série baseada em rituais mágickos de transmutação da Aurora Pós-Humana.

Este é o segundo videoclipe da série com animação desenvolvida completamente em Inteligência Artificial, o primeiro e pioneiro no Brasil foi O Luto da Vitória.

A Vida é o Agora utilizou de prompts de texto relacionados com o contexto poético e conceitual da música e aforismo. Nesse caso as imagens foram induzidas a partir de referências simbólicas a totens xamânicos e ao conceito de tecnoxamanismo e tecnognose da Auroa Pós-Humana, universo ficcional transmídia do Ciberpajé. Também algumas referências à cultura dos povos originários brasileiros e às religiosidades afro-brasileiras, que serviram de influência direta para a criação da sonoridade da música produzida pelo musicista amapaense Alan Flexa. A faixa musical investe em um ritmo percussivo mântrico que caminha junto da pulsão das imagens que se fundem e transmutam a todo instante.

A animação experimental - assista aqui - trata de forma onírica, simbólica e metafórica os conceitos transcendentes propostos no aforismo que gerou a música. As imagens foram totalmente geradas em um sistema de Inteligência Artificial Disco Diffusion com auxílio do Google Colab, e demandaram horas de dedicação e aprendizado para chegar aos prompts que mais se aproximassem das sequências desejadas.  

O aforismo recitado pela voz do Ciberpajé faz conexões metafóricas com o tratado militar A Arte da Guerra, de Sun Tzu, mixando os seus conceitos à busca do equilíbrio interior presente no Tao-Te King, de Lao Tzi, e conceitos retirados do Livro dos Cinco Anéis, atribuído ao lendário samurai Miyamoto Musashi. Ele trata da necessidade premente da busca pelo equilíbrio interior e da integralidade de ser. Os nossos temores em laipidarmos o nosso espírito pela procrastinação, os vícios, as volubilidades às opiniões de outrem, e o desejo de agradarmos os outros que tolhe nossa singularidade, são metaforizados como os grandes inimigos no campo de batalha a serem exterminados.  Segue o aforismo recitado pelo Ciberpajé na faixa:
---
A Vida é o Agora  (XXIX Código Cósmico de Batalha do Ciberpajé - Tomo I)


O guerreiro cósmico não deseja a batalha e nem sente prazer com ela, mas sabe que é necessária. E assim só a batalha lhe importa. É o suprassumo da vida, e o mantém focado por estar sempre com a morte sussurrando em seus ouvidos.

Nunca vá para o confronto com alguma esperança. A esperança é o veneno da serpente do desejo, destilada no castelo de areia da mente. Portanto seja puro, degole todas as esperanças, mate de um só golpe todos os deuses, elimine com visceralidade todo e qualquer resquício de fé.

A guerra não se vence na força bruta, apesar de esta ser o seu tempero. Por isso o verdadeiro guerreiro se esgueira furtivo e destemido na sombra, e na escuridão inimaginável do abismo, onde desvenda os seus temores e os medos profundos do inimigo, tornando-os a têmpera fina do aço de suas adagas e espadas.

O guerreiro deve ser consciente da incapacidade quase absoluta de que as pessoas mudem. A forja quente que gerou os traumas, desejos e anelos dos inimigos, e também dos companheiros de batalha, irá determinar as suas ações. Conhecer essa forja é deter grande poder que jamais deverá ser usado com crueldade ou soberba, sempre com profundo senso de justiça.

O guerreiro cósmico deve desconfiar sempre daqueles que lhe encherem de presentes e dádivas inesperadas e não merecidas. Jamais abrir seu coração e sua guarda, pois tais dádivas inevitavelmente trarão em suas entranhas trapaças e jogos de interesse. Por nobreza e respeito não negará os presentes, mas redobrará a atenção com o presenteador, estando sempre um passo à frente de suas possíveis manobras usurpadoras.

O guerreiro deve ser o melhor amigo da morte. Experienciar com sua essência a chamada "morte em marcha". E saber morrer sempre quando necessário, morrer para o passado, morrer para os traidores e usurpadores, morrer para o futuro, morrer sem remorsos, sem dúvidas, sem incertezas.

O guerreiro cósmico jamais se vingará de nada, nem de ninguém. Só se vinga quem é rancoroso, e o rancor é outro dos venenos sórdidos que apodrecem a carne e tiram-lhe a nobreza de morrer no furor belo e glorioso da batalha.

O caminho é sempre em frente, a vida é o agora. O Lobo guerreiro retornará unicamente para tomar nos braços o companheiro ferido, jamais cederá a qualquer outra distração ou sedução nas encruzilhadas do campo de batalha.

---



A música é o quarto single do EP “Códigos Cósmicos de Batalha do Ciberpajé”, parceria com o notório musicista amapaense Alan Flexa, que em breve será lançado pela Lunare Music. Ela foi criada por Alan Flexa, e gravada no Estúdio Zarolho Records em Macapá. 

A animação foi realizada e dirigida pelo talentoso arquiteto e musicista C.N.S. (Caos Necrophagos Soturnums) em parceria com o Ciberpajé (aka Edgar Franco), seguindo os estudos pioneiros e experimentações que ambos têm realizado com a utilização de redes neurais e IAs para a criação de animações e videoclipes. Confira essas outras produções: O Luto da VitóriaI Código Cósmico de BatalhaVII Código Cósmico de BatalhaPsicopata X Empata,  O Enterro dos Deuses

A Vida é o Agora é uma produção do Grupo de Pesquisa CRIA_CIBER da Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás e foi lançado no dia 11/11/22 às 22h. Assista neste link ou abaixo:




quinta-feira, 10 de novembro de 2022

[Lançamento] Arte do Ciberpajé estampa capa da revista acadêmica Cadernos Zygmunt Bauman (UFMA) vol.12, n.30 (2022)

 "O Falo Amputado da Necropolítica",  arte do Ciberpajé capa da Cadernos Zygmunt Bauman (UFMA) vol.12, n.30 (2022), 

Acaba de ser lançado o novo número da Revista Acadêmica Cadernos Zygmunt Bauman (UFMA) vol.12, n.30 (2022), com o tema PORNOPOLÍTICA: o gozo comprado na esquina. A Bauman é um periódico da Universidade Federal do Maranhão voltado aos pesquisadores de pós-graduação, assim como leitores interessados nos temas abordados. A revista tem um caráter interdisciplinar no contexto da filosofia, sociologia, psicologia e antropologia.




Esse número digital tem como arte de capa uma ilustração do Ciberpajé (Edgar Franco) fruto de suas experiências artísticas utilizando redes neurais e inteligência artificial, produzindo uma arte chamada de "O Falo Amputado da Necropolítica". O Ciberpajé agradece o editor Prof. Dr. Wellington Lima Amorin (UFMA/UFRGS) pelo convite para ter uma arte sua estampada novamente na capa da Cadernos Zygmunt Bauman.

Leia a Cadernos Zygmunt Bauman CLICANDO AQUI.

[Confira Agora na Íntegra] Live de Lançamento da revista Paradigmas #49 com o editor Luiz Meirelles (CEFS) e o convidado especial Ciberpajé

No dia 5 de novembro de 2022, 0 Ciberpajé foi o convidado especial a participar da live de lançamento da revista de filosofia Paradigmas #49. Esse número do periódico tem capa exclusiva do Ciberpajé (aka Edgar Franco), também a HQ Lar e um texto que explica o contexto de crítica ao binarismo anticósmico trazido na história em quadrinhos. Confira a live na íntegra nesse link, ou no link alternativo.

A live teve como hoster o editor Luiz Meirelles, também mentor do CEFS - Centro de Estudos Filosóficos de Santos, ele apresentou alguns números da Paradigmas, em especial o novo número, e o Ciberpajé falou dos processos criativos da arte de capa, HQ e artigo.








[Confira Agora na Íntegra] O Ciberpajé falou ao canal dedicado à Ficcção Científica "Intervenções Kriptokaipora"


O Ciberpajé (Edgar Franco) bateu um papo com os renomados autores de ficção científica Luiz Brás e Ricardo Celestino no canal Intervenções Kriptokaipora. Foi no dia 9 de novembro de 2022. A conversa envolveu os processos criativos e as percepções sobre o novo romance de Ricardo Celestino, Banho de Sol. O Ciberpajé escreveu as orelhas do livro e também criou 3 ilustrações inspiradas nos personagens principais que integram a obra.
Confiram a live na íntegra nesse link, ou no link alternativo.

Banho de Sol será lançado no dia 12/09, na @livrariapatuscada e faz parte da coleção Futuro Infinito da editora Patuá.




[Confira Agora na Íntegra] Conferência do Ciberpajé em Festival Internacional: Arte, Magia e Inteligência Artificial - Criações de um Mago Psiconauta na Pandemia


O Ciberpajé (Edgar Franco) realizou palestra no "Festival Internacional de Arte e Tecnologia - Zonas de Compensação 9.0", organizado pelo Grupo de Pesquisa GIIPI do Instituto de Artes da UNESP. Confira na íntegra nesse link, ou no link alternativo.

A conferência "Arte, Magia e Inteligência Artificial: Criações de um Mago Psiconauta na Pandemia" enfocou processos criativos artísticos transmídia envolvendo ritualística mágica, experiências psiconáuticas e inteligências artificiais. Destaque para obras desenvolvidas durante a pandemia de COVID-19 no contexto das investigações do Grupo de Pesquisa CRIA_CIBER (FAV/UFG).



sábado, 29 de outubro de 2022

[Festival Internacional] O Luto da Vitória: animação pioneira no Brasil, totalmente criada em IA, é selecionada para o evento "AIFA2022 - Artificial Intelligence and the Future of Art", em Luxemburgo

A animação/videoclipe experimental "O Luto da Vitória" (The Mourning of Victory), pioneira no Brasil a ser desenvolvida totalmente em IA, foi selecionada pela curadoria do evento "AIFA2022 - Artificial Intelligence and the Future of Art", que acontecerá entre os dias 28 e 30 de novembro na Universidade de Luxemburgo. Saiba mais detalhes sobre o AIFA nesse link.

É o primeiro grande evento internacional para o qual a animação é selecionada! O AIFA é um evento que explora as crescentes interações existentes entre a Inteligência Artificial e o Futuro da Arte. Tem um perfil interdisciplinar e envolve um fórum acadêmico e eventos de ponta para pesquisadores, engenheiros, artistas e estudantes compartilharem seus trabalhos de pesquisa e desenvolvimento de última geração nas amplas áreas de IA e arte.


Alegre com a indicação, o Ciberpajé agradece seu parceiro criativo na obra, C.N.S., que tem desenvolvido múltiplos experimentos criativos em IA em parceria com ele no contexto do Grupo de Pesquisa CRIA_CIBER (FAV/UFG). Ao grande musicista Alan Flexa, responsável pela música da obra. Também à querida amiga Rosangella Leote pela indicação ao AIFA.

O Luto da Vitória (II Código Cósmico de Batalha do Ciberpajé) é o novo videoclipe em animação e single - assista-o neste link - do projeto musical Ciberpajé. Trata-se da nova animação da série baseada em rituais mágickos de transmutação da Aurora Pós-Humana, e nesse caso é um videoclipe pioneiro no Brasil por ter sido totalmente desenvolvido em Inteligência Artificial através de prompts de texto relacionados com o contexto poético e conceitual da música e aforismo. Todos os trechos da animação foram produzidos na IA e posteriormente editados.

A nova animação experimental - assista aqui - trata de forma onírica, simbólica e metafórica os conceitos transcendentes propostos no aforismo que gerou a música. As imagens foram totalmente geradas em um sistema de Inteligência Artificial Disco Diffusion com auxílio do Google Colab, e demandaram horas de dedicação e aprendizado para chegar aos prompts que mais se aproximassem das sequências desejadas.  

O aforismo recitado pela voz do Ciberpajé faz conexões metafóricas com o tratado militar A Arte da Guerra, de Sun Tzu mixando os seus conceitos à busca do equilíbrio interior presente no Tao-Te King, de Lao Tzi, e conceitos retirados do Livro dos Cinco Anéis, atribuído ao lendário samurai Miyamoto Musashi. Ele trata do respeito às diferentes culturas e visões de mundo, da manutenção de seus valores mesmo diante das adversidades e da fraternidade e senso de sacrifício para com os que você ama. A batalha nada mais é do que uma metáfora direta das lutas internas que travamos com nosso maior inimigo: nós mesmos. Segue o aforismo recitado pelo Ciberpajé na faixa:

O Luto da Vitória (II Código Cósmico de Batalha do Ciberpajé - Tomo I)

Destrua todas as cidades e vilas, mas respeite os templos e as crenças alheias, não queime os campos jamais, nem mate nenhum animal, a natureza é sua irmã. Use sempre roupas pretas, uma forma de luto em respeito aos adversários abatidos e para com aqueles que sofrem com as suas mortes. Se você lidera, deve ser o primeiro a avançar na batalha, e deve colocar sua vida a serviço de cada um de seus guerreiros, morrer por eles se necessário.


quarta-feira, 26 de outubro de 2022

Ciberpajé participa de banca de qualificação de Doutorado em História na UFRPE

No dia 26 de outubro de 2022, o Ciberpajé (aka Edgar Franco) integrou banca de qualificação de doutorado no Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal Rural de Pernambuco. O título da qualificação foi DO NAÏF À POP ARTE - A TRAJETÓRIA DE BAJADO E A CONSTRUÇÃO DO CONCEITO MANGUEGEEK, pesquisa do discente Wilson Roberto Chiarelli Júnior, orientado pela docente Dra.Mariana Zerbone. Integraram a banca os professores doutores Bruno Leite (UFRPE), Bruno Melo de Araújo (UFRPE) e José Bezerra de Brito Neto (UFPE).

O Ciberpajé agradece o convite e parabeniza Wilson Chiarelli pela aprovação nessa etapa da pesquisa.


sábado, 22 de outubro de 2022

[Festival Internacional] "The Wolf Copulating with the Forest": animação experimental criada pelo Ciberpajé é selecionada para o "Black Cat Award International Film Festival" da Bolívia


A animação experimental "The Wolf Copulating with the Forest" (O Lobo Copulando com a Floresta), inspirada em uma experiência visionária com a ingestão do enteógeno Ayahuasca e criada completamente em redes neurais e inteligências artificiais no contexto do Grupo de Pesquisa CRIA_CIBER (FAV/UFG), foi selecionada pela curadoria da segunda edição do  "Black Cat Award - Festival Internacional de Cinema" que acontecerá na cidade de La Paz, na Bolívia, entre os dias 11 e 15 de novembro de 2022.

Essa é a segunda seleção internacional da animação, pois ela já havia sido selecionada pela curadoria da nona edição do Randfilmfest - Festival Internacional de Cinema e exibida no festival que aconteceu na cidade de Kassel, na Alemanha, entre os dias 15 e 18 de setembro de 2022.

"O Lobo Copulando com a Floresta" (The Wolf Copulating with the Forest) é uma animação experimental que integra uma série de 5 animações curtas todas inspiradas nas visões e sons experienciados pelo Ciberpajé em uma noite de lua cheia na natureza em uma roda sagrada de ingestão do enteógeno Ayahusca. A experiência, que durou cerca de 12 horas, envolveu a ingestão de 3 doses da substância em intervalos de cerca de 4 horas e produziu inúmeras visões e sensações que foram devidamente anotadas e relatadas em um caderno de anotações do Ciberpajé após a experiência. O resultando artístico inicial dessa experiência foi a história em quadrinhos NUASKA, publicada no álbum em quadrinhos Enteogênicos (Ciberpajé - Editora Criativo, 2019) com cinco páginas - cada uma trazendo uma das imagens/visões das 5 fases da experiência percebidas pelo artista, e o EP musical do projeto Posthuman Tantra também chamado NUASKA (ainda ínedito) com 5 faixas musicais que tentam recriar as sensações auditivas da experiência.

No momento o Ciberpajé está desenvolvendo o novo desdobramento artístico da experiência visionária, uma série de cinco animações experimentais criadas completamente com o auxílio de inteligências artificiais, utilizando os relatos escritos e rascunhos desenhados como base para a geração das sequências visuais que compõem as animações. As músicas utilizadas nas animações são as cinco faixas do EP Nuaska e cada uma delas representa uma das fases definidas pelo artista a partir de suas visões e sensações. A primeira animação a ser concluída foi "The Wolf Copulating with the Forest" (O Lobo Copulando com a Floresta), baseada na segunda fase da experiência e com 2 minutos de duração. Nela a música e as imagens buscam traduzir poeticamente as sensações sonoras e visões desse momento específico da experiência.

"The Wolf Copulating with the Forest" tem direção, animação em rede neural e edição realizadas pelo Ciberpajé (a.k.a. Edgar Franco), música do Ciberpajé criada para seu projeto musical Posthuman Tantra com masterização de Alan Flexa no Estúdio Zarolho Records, em Macapá. A animação é uma produção do Grupo de Pesquisa Cria_Ciber (FAV/UFG), Goiânia, Brasil, 2022.

"Black Cat Award - Festival Internacional de Cinema" apresenta sua segunda edição em 2022 e a concepção do festival é apresentar filmes que tragam desdobramentos diversos a partir de percepções da vida cotidiana que gerem obras sem limites criativos em todos os gêneros e formatos. o festival  acontecerá na cidade de La Paz, na Bolívia, entre os dias 11 e 15 de netembro de 2022, e premiará diversas categorias. Saiba mais detalhes no Instagram do festival.



sexta-feira, 21 de outubro de 2022

[Lançamento de Livro: baixe agora] Novo livro acadêmico "Música Extrema: ruídos, imagens e sentidos" traz capítulo do Ciberpajé



"Música Extrema: ruídos, imagens e sentidos" é o novo e instigante livro da editora, com conselho editorial acadêmico, Pimenta Cultural. A edição possui versão em e-book que pode ser baixada gratuitamente nesse link, e a versão impressa que pode ser adquirida nos links fornecidos pela editora.

A obra de fôlego somando 418 páginas reuniu pesquisadores e pesquisadoras acadêmicas explorando múltiplos aspectos sociais, antropológicos, culturais e estéticos do amplo e complexo universo da chamada música extrema. Muitos deles com envolvimento direto com a cena musical underground brasileira, pois além de pesquisadores são também musicistas, zineiros ou ilustradores, ou ainda ativistas culturais. Além dos artigos a obra também incluiu ilustrações e HQs de nomes lendários da cena como Carlos Lopes (Dorsal Atlântica) e Guga Burkhardt, entre outros, ampliando o seu escopo para além do interesse acadêmico.

O Ciberpajé (aka Edgar Franco) foi convidado pelos organizadores do livro Cristiane Bahy; Cristiano dos Passos; Lucas Martins Gama Khalil e Rodrigo Barchi para participar com um capítulo e escreveu sobre sua experiência de processos criativos com o seu projeto musical Ciberpajé durante a pandemia, o que gerou o capítulo 5 do volume intitulado "PROJETO MUSICAL CIBERPAJÉ: processos criativos de 3 EP’s pandêmicos", que ocupa as páginas de 136 a 152 da obra. 

O Ciberpajé agradece ao incrível convite e oportunidade de integrar essa obra singular no panorama brasileiro, como bem destaca Sílvio Gallo em trecho do prefácio:

“Precisamos saudar esse livro, que dá continuidade aos Diálogos com a música extrema, de 2021, por trazer à baila um estilo de música que, de algum modo, podemos considerar como ‘marginal’, como ‘alternativo’, que engaja seus praticantes e amantes de modo intenso, visceral, como é a própria música produzida. Este livro nos provoca, nos incita, ao transitar por essas perturbações sonoras que não nos deixam parados, indiferentes”. 

Serviço

Livro: Música extrema: ruídos, imagens e sentidos 
Organizadores Cristiane Bahy, Cristiano dos Passos, Lucas Martins Gama Khalil, et al. 
São Paulo: Pimenta Cultural, 2022. L
Versão e-book em PDF 
ISBN 978-65-5939-520-0 
DOI 10.31560/pimentacultural/2022.95200