sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Ciberpajé: Primeira arte assinada no FIQ BH

Desde sua transmutação em Ciberpajé, que aconteceu em 20 de setembro de 2011, o artista transmídia Edgar Franco, iniciou um processo continuo de difusão de seu novo nome "Ciberpajé". Ao longo de quase 30 anos de atuação como quadrinhista, artista transmídia e pesquisador, Franco sempre utilizou a assinatura "Edgar Franco" em suas obras, mas desde 2011, com seu renascimento declarado, passou a utilizar já o novo nome "Ciberpajé"em aforismos e também nas criações musicais e performances de sua banda Posthuman Tantra. 
Agora gradativamente também passará a assinar seus trabalhos na área de quadrinhos e ilustração como Ciberpajé. por algum tempo ainda utilizará os dois nomes, mas em breve assinará só como Ciberpajé. Um marco dessa intenção aconteceu durante a mesa oficial de autógrafos do Ciberpajé no FIQ - 2015, Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte, quando pela primeira vez assinou dois desenhos, feitos ali, apenas com o nome "Ciberpajé".

 Ciberpajé desenhando durante a mesa de autógrafos no FIQ 2015
Foto IV Sacerdotisa

 Ciberpajé desenhando durante a mesa de autógrafos no FIQ 2015
Foto IV Sacerdotisa

Ciberpajé desenhando durante a mesa de autógrafos no FIQ 2015
Foto IV Sacerdotisa

 Ciberpajé desenhando durante a mesa de autógrafos no FIQ 2015
Foto IV Sacerdotisa