sábado, 12 de novembro de 2016

[MIS -SP] Ciberpajé participa como convidado da ação poética Global Strike


Print de tela da página do Facebook do GlobalStrike

O Ciberpajé foi convidado pelo artista Clayton Policarpo a participar em uma das ações do GlobalStrike, desenvolvido por ele em parceria com o artista Sergio Basbaum, como projeto de residência artística no MIS/SP. O GlobalStrike é um projeto que visa questionar o regime produtivo da vida contemporânea nas sociedades tecnológicas pós-industriais. Nesse sentido, assume também um caráter autorreferencial, ao utilizar-se de uma plataforma web, alimentada por publicações em redes sociais, e aplicativo para dispositivos móveis para materializar-se como proposição artística. Nas palavras dos artistas:

Em dias e horários pré-definidos, serão instauradas ações para protestarmos contra o modo como vivemos em uma sociedade voltada para a produção. Em uma greve de cinco minutos, organizada por meios de ferramentas de rede, cujos participantes enviarão relatos em vídeo, texto, imagem ou som, que serão incorporados à plataforma desenvolvida e disponibilizados on-line, é colocado em cheque a pressão produtiva e as possibilidades de liberdade nas sociedades contemporâneas. 

O Ciberpajé participou de uma das greves poéticas e durante sua completa desconexão realizou 5 desenhos em 5 minutos, desenhos fluidos e sem nenhum objetivo a não ser a autoexpressão livre, essas ações de criação são o que o Ciberpajé chama de "Rituais Artísticos de Presença". A participação do Ciberpajé, Edgar Franco, aconteceu durante a Ação#2 no dia 6 de novembro de 2016, das 16:00 às 16:05hs e está registrada no facebook do evento.


Print de tela da página do Facebook do GlobalStrike

Veja os 5 desenhos criados pelo Ciberpajé:






Artes criadas pelo Ciberpajé em 5 minutos de "ritual de presença"


O projeto Global Strike, integra o programa de residência artística do Núcleo de Estudos Contemporâneos, NECMIS, do MIS - Museu da Imagem e do Som de São Paulo, durante o ano de 2016. Visite o site do projeto aqui, ou visite a página do Facebook.