segunda-feira, 16 de outubro de 2017

[Veja como foi] 4 obras do Ciberpajé integram a III Bienal Internacional de Cultura Psicodélica

Entrada da "Estação Cultura", em Campinas, São Paulo

Vista geral da "Estação Cultura", em Campinas, São Paulo

O Ciberpajé Edgar Franco teve 3 de suas obras de inspiração visionária selecionadas pela curadoria para integrar a exposição de arte da "III Bienal Internacional de Cultura Psicodélica", que aconteceu em Campinas, São Paulo, na Estação Cultura, entre 10 e 15 de outubro. As 3 obras são intituladas:  01 - Sobre lobos e borboletas;  02 - Pós-cosmorama; 03 - Gaia lamenta a extinção pós-humana. As 3 obras utilizam a técnica do grafite aliada aos softwares gráficos e tem formato 21x29,5 cm.

Além das 3 obras selecionadas a curadoria do evento incluiu também na mostra uma das obras do Ciberpajé que haviam participado da bienal anterior, "II Bienal Internacional de Cultura Psicodélica", que aconteceu em 2015, a obra  "Imperador Cósmico" - técnica: grafite e software gráfico. 20X33 cm.

Essa edição da bienal foi marcada pela participação de vários convidados do exterior, incluindo o lendário artista visionário Mark Henson, que palestrou e apresentou suas obras. A bienal contou também com o apoio e participação  das organizações e páginas "Psicodelia Brasileira" e "Psico BR"SICODELIA BRASILEIRA e PSICO BR, registrando a exposição de arte e momentos marcantes do evento, com fotos do pesquisador da psicodelia brasileira Fabricio Bizu , e realização do curador psicodélico Rodrigo Nini. As fotos desse post são cortesia de Fabricio Bizu. Saiba mais sobre a III Bienal nesse link.


  "Sobre lobos e borboletas", obra do Ciberpajé

 "Pós-cosmorama", obra do Ciberpajé 

"Gaia lamenta a extinção pós-humana", obra do Ciberpajé

 Obras do Ciberpajé em meio às de outros artistas visionários

 Vista geral de um dos espaços da exposição

 Obras do Ciberpajé em meio às de outros artistas visionários

"Imperador Cósmico", obra do Ciberpajé