quarta-feira, 30 de julho de 2014

Hoje é o último dia de votação do HQmix - Biocyberdrama Saga concorre!

BIOCYBERDRAMA SAGA 
Álbum de quadrinhos de Edgar Franco (roteiro) e Mozart Couto (desenhos) é lançado pela Editora da UFG – Agosto de 2013.

O premiado artista, quadrinhista e pós-doutor em artes, Edgar Franco, uniu-se ao lendário e premiado quadrinhista Mozart Couto para a criação dessa saga de ficção científica em quadrinhos. O trabalho, apresentado na forma de um álbum luxuoso com 256 páginas e sobrecapa especial, inclui a saga completa em quadrinhos, além de uma descrição detalhada do universo ficcional da “Aurora Pós-humana”, criado por Edgar Franco e ainda um making of do trabalho nos anexos, com artes do processo criativo da obra.
A HQ presente no álbum é dividida em III partes. A primeira delas, nomeada BioCyberDrama, foi publicada em álbum pela editora paulistana Opera Graphica, com ótima recepção do público e crítica especializada. Tendo sido indicada aos prêmios HQMIX de melhor roteirista (Edgar Franco) e melhor edição especial nacional de 2003. A obra recebeu o prêmio Ângelo Agostini de melhor desenhista de 2003, concedido a Mozart Couto. As partes II e III da saga BioCyberDrama permanecem inéditas e agora a obra é publicada na íntegra, ou seja as III partes completas, pela Editora da UFG.
A parte I do álbum narra o dilema de Antônio Euclides, um jovem "resistente" que aos poucos vai sendo seduzido pelas promessas de vida eterna ou plena oferecidas pelas culturas predominantes desse universo futurista, os tecnogenéticos – seres híbridos de humano com animal e vegetal, e extropianos – ciborgues com a consciência de um humano transplantada em um chip. Antônio se depara com a grande questão de sua vida, qual decisão deve tomar: tornar-se extropiano, tecnogenético ou continuar resistente. A parte II de BioCyberDrama dá continuidade à saga de Antônio Euclides e seus dilemas pós-humanos, apresenta uma tensão ainda maior entre as espécies pós-humanas. A parte III, conclusão da saga, possui inspiração na história de Canudos e de Antônio Conselheiro, reinventadas para um contexto pós-humano. Sobre o roteiro e arte do álbum, o pesquisador Dr. Elydio dos Santos Neto, autor da apresentação da obra, destaca: “Edgar Franco entra nesse clima de questionamentos contemporâneos e cria sua Aurora Pós-Humana, porém sem negar o humano, isto é, (...) ele traz para o futuro pós-humano os principais dramas da nossa atual condição humana. Há que se destacar também a grande sensibilidade de Mozart Couto, que, a meu ver, compreendeu de maneira brilhante o universo criado por Edgar Franco e conseguiu expressá-lo, visualmente, de maneira tão soberba.”
A responsável por esse lançamento ousado no mercado brasileiro de quadrinhos foi a Editora da UFG – Universidade Federal de Goiás. Uma iniciativa inédita para uma editora acadêmica brasileira, acreditando nas HQs como forma de arte e conhecimento e investindo em uma produção à altura da obra. O álbum integra a coleção “Artexpressão”, dedicada a livros de arte.


Biocyberdrama Saga está concorrendo na categoria "Edição Especial Nacional" no troféu HQMIX!


O troféu HQMIX foi criado em 1988 pelos cartunistas Jal e Gual com a finalidade de premiar e divulgar a produção de histórias em quadrinhos, cartuns, charges e as artes gráficas como um todo no Brasil. A cada ano são escolhidos, por meio de votação, os que mais se destacaram entre as várias categorias que compôem a premiação. A entrega do troféu será dia 13 de setembro próximo às 17h no auditório do SESC Pompeia, com apresentação de Serginho Groisman.