quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Carlos Lopes da lendária banda "Dorsal Atlântica" aconselha que todos conheçam a obra do Ciberpajé

Carlos "Vândalo" Lopes com seu exemplar de BiocyberDrama Saga.


"Recebi do artista Edgar Franco Ciberpajé o livro BioCyberDrama Saga roteirizado por ele e desenhado pelo mestre dos quadrinhos nacionais Mozart Couto. Agradeço o envio e prometo retribuir à altura. Edgar e eu nos conhecemos na última SIQ - Semana Internacional de Quadrinhos - ocorrida no Rio de Janeiro em maio de 2016 graças ao amigo Octávio Aragão. Nesse encontro nossos trabalhos se conectaram, pois o livro BioCyberDrama Saga cita Antonio Conselheiro de Canudos e eu ainda não havia tornado pública a ideia de gravar um álbum sobre Canudos. Uma Coincidência que fala mais do que mil palavras, seguindo o próprio fluxo da história escrita e vivida. Queremos e estamos repensando o Brasil. Aconselho a todos que conheçam o trabalho militante e único de Franco. Cito uma entrevista recente dada ao zine Múltiplo (leia a entrevista aqui)". 

Carlos Lopes é musicista, quadrinista e mentor da banda Dorsal Atlântica. 

Apoie a campanha para o novo disco da Dorsal Atlântica no Catarse clicando no banner abaixo:



O Ciberpajé e Carlos Lopes durante a SIQ RJ, em 2016. O Ciberpajé segura o vinil clássico da Dorsal Atlântica - "Musical Guide From Stellium", e Carlos tem em mãos o CD "Transhuman Reconnection Ecstasy", do Posthuman Tantra.